Make your own free website on Tripod.com
Apresentações vulcanológicas em congressos e simpósios


Apresentações vulcanológicas em congressos e simpósios
      Congressos e simpósios são eventos de reuniões com o objetivo de debates científicos. Os participantes apresentam sua opinião na forma de palestra ou pôster e trocam idéia com os debatedores. Os trabalhos submetidos, ou seja, os conteúdos das palestras e pôsters, são examinados, porém raramente recusados. Os conteúdos das apresentações são distribuídas através de anais ou boletim de resumos. A forma recente da divulgação é de CD.
      Os debates devem ser realizados durante o evento. Após a distribuição do boletim, os artigos ou resumos não estão expostos às críticas do público em geral. Por isso, os trabalhos distribuidos não são classificados internacionalmente como artigos científicos devidamente revisados.

1. Apresentações a favor da hipótese do Vulcão de Nova Iguaçu

1.1. Klein, V.C., Vieira, A.C. 1980. Uma chaminé vulcânica na Serra de Madureira, Nova Iguaçu, Rio de Janeiro. Academia Brasileira de Ciências, 52-1, 200.

A palestra que propôs a hipótese de vulcão extinto em Nova Iguaçu.

1.2. Klein, V.C.; Vieira, A.C. 1982. Tufos soldados da Chaminé vulcânica do Rio Guandu do Sapé, Serra de Madureira, Rio de Janeiro. Anais da Academia Brasileira de Ciências, 54-1, 263.

1.3. Klein, V.C., Valença, J.G. & Vieira, A.C. 1984. Ignimbritos do vulcão de Nova Iguaçu e da "Chaminé do Lamego", Rio de Janeiro. Anais do 33º Congresso Brasileiro de Geologia , 4346-4354.

Atribuição das rochas piroclásticas a fluxos piroclásticos soldados devido à similaridades litológicas petrográficas. Há opinião controversa: Motoki et al. (2007).

1.4. Klein, V.C., Valença, J.G. 1984. Mecanismo de colocação de brechas fluidizadas na área de Cabuçu (complexo alcalino do Mendanha), Rio de Janeiro. Anais do 33º Congresso Brasileiro de Geologia, 4355-4361.

1.5. Klein, V.C., Dayah, H., Valença, J.G., 1991. Brecha multigradacional normal no vulcão de Nova Iguaçu, RJ. Anais da Academia Brasileira de Ciências, 63-4, 429.

1.6. Klein, V.C., Ávila, C.A., Dayan, H., 2001. Bombas "crosta de pão" (bread crust) no sepósitos piroclásticos do Vulcão de Nova Iguaçu, Rio de Janeiro. Bol. Res. 7º Simpósio de Geologia do Sudeste, CD.

Afirmação de Klein & Vieira (1980), com ênfase especial de bombas de crosta de pão. Há opinião controversa: Motoki et al. (2007).

1.7. Geraldes, M.C., Netto, A.M., 2004. Elaboração de placas do Geoparque do Vulcão de Nova Iguaçu-RJ: a utilização de linguagem popular para explicar a construção de um edifício vulcânico. Anais do 42º Congresso Brasileiro de Geologia, CD.

Proposta de derrame de lava e confirmação da cratera preservada. Há opiniões controversas: Motoki & Sichel (2006); Motoki et al. (2007a; b; c).

1.8. Silveira, L.S., Dutra, T., Valente, S.C., Ragatky, D.C., 2005. Modelos eruptivos preliminares para o Complexo Vulcânico de Nova Iguaçu, RJ. Anais de 3º Simpósio de Vulcanismo e Ambientes Associados, 333-337.

Proposta de erupção pliniana. As bombas vulcânicas, derrames de lava e o edifício vulcânico da época da erupção, juntos com as principais drenagens, estão preservados graças ao baixo efeito de erosão desta região tropical. Há opiniões controversas: Motoki & Sichel (2006); Motoki et al. (2007a; b; c).

1.9. Alves, A.P.R., Mota, C.E.M., Geraldes, M. C., 2006. Fácies vulcânicas no Maciço Alcalino do Mendanha: registros de processos extrusivos no Cretáceo no Brasil. Boletim do 7° Simpósio do Cretáceo do Brasil, 1° Simpósio do Terciário do Brasil, 8.

Proposta de rápido soerguimento regional e denudação durante o Cretáceo, justificando todos os argumentos da hipótese do vulcão. Há opiniões controversaas: Motoki & Sichel (2006); Motoki et al. (2007a; b; c).

2. Apresentações contra a hipótese do Vulcão de Nova Iguaçu

2.1. Motoki, A., Adriano, L., Melo, D.P., Freitas, A., 2004. Edifícios vulcânicos e corpos subvulcânicos, de acordo com os níveis de denudação: exemplos do Brasil e da Argentina. Anais 42º Congresso Brasileiro de Geologia, CD.

Conforme os exemplos dos edifícios vulcânicos e os corpos subvulcânicos, considera-se que as rochas vulcânicas de Nova Iguaçu não são formadoras de vulcão, mas condutos subvulcânicos.

2.2. Mota, C.E., Geraldes, M.S., 2005. Brechas tectônicos no maciço do Mendanha, Nova Iguaçu - RJ: registro de processo de colapso por pressão de magma. Anais de 3º Simpósio de Vulcanismo e Ambientes Associados, 387-392.

2.3. Motoki, A., Sichel, S., Fonceca, L.G., Silva, M.S., Almeida, F.S.S., Corrales, F., 2005. Relação entre as texturas de rochas vulcânicas e estruturas de corpos vulcânicos e sub-vulcânicos: exemplos do Brasil, Argentina e Chile. Anais de 3º Simpósio de Vulcanismo e Ambientes Associados, 381-386. Ver o pôster

As rochas vulcânicas presentes em Nova Iguaçu não são formadoras de vulcão, mas condutos subvulcânicos, desta forma, a referida ocorrência não pode ser chamada de um "vulcão".

2.4. Motoki, A., Sichel, S.E., Aires, J.R., Soares, R., Lobato, M. 2006. História de denudação regional e profundidade de posicionamento geológico das rochas vulcânicas de Nova Iguaçu, RJ. Anais do 43º Congresso Brasileiro de Geologia, 316. Ver o pôster

Exemplos mundiais de vulcões e corpos subvulcânicos. A geologia regional de Nova Iguaçu e as datações de traços de fissão para apatita indicam que não há edifício vulcânico em Nova Iguaçu.

2.5. Motoki, A., Sichel, S.E., Aires, J.R., Soares, R., Lobato, M. 2006. Feição similar à disjunção colunar horizontal do corpo traquítico de rochas vulcânicas de Nova Iguaçu, RJ, e a consideração sobre sua gênese. Anais do 43º Congresso Brasileiro de Geologia, 316. Ver o pôster

Comprovação geológica da inexistência de derrame de lava traquítico, conforme as relações intrusivas, características petrográficas e feições macroscópicas.

2.6. Motoki, A., Sichel, S.E., Aires, J.R., Lobato, M., Soares, R. 2006. Case hardening, uma feição intempérica caracteristicamente observada nas rochas piroclásticas de Nova Iguaçu, RJ. Anais do 43º Congresso Brasileiro de Geologia, 316. Ver o pôster

Os clastos da brecha vulcânica de Nova Iguaçu interpretados como "bombas vulcânicas", "escória" e "spatter" são , de fato, feições intempéricas da textura pseudovesicular.

2.7. Motoki, A., Soares, R., Netto, A.M., Sichel, S.E., Aires, J.R., 2007. Diques piroclásticos no Parque Municipal de Nova Iguaçu, RJ: um exemplo do magmatismo de rochas alcalinas félsicas que ocorreu durante a abertura do Oceano Atlântico. Case hardening, uma feição intempérica caracteristicamente observada nas rochas piroclásticas de Nova Iguaçu, RJ. Anais do 12º Congresso Latinoamericano de Ciências do Mar (Colacmar), CD, 3p.

Descrições geológicas das rochas piroclásticas do Vale do Rio Dona Eugênia, Parque Municipal de Nova Iguaçu e consideração genética como sendo constituintes de fissuras subvulcânicas.

2.8. Motoki, A., Soares, R., Netto, A.M., Sichel, S.E., Aires, J.R., Lobato, M., Petrakis, G. 2007. Diques piroclástcitos do Vale do Rio Dona Eugênia, Parque Municipal de Nova Iguaçu, exemplos geológicos inigualáveis de fissuras subvulcânicas. Livro de Resumos de 10º Simpósio de Geologia do Sudeste, 14º Simpósio de Geologia de Minas Gerais, 204. Ver o pôster

Diques piroclásticos do Vale do Rio Dona Eugênia, como fissuras subvulcânicas.

2.9. Motoki, A., Soares, R., Lobato, M., Netto, A.M., Sichel, S.E., Aires, J.R. 2007. Forma de posicionamento geológico do traquito da primeira geração de Nova Iguaçu, RJ: derrame de lava ou corpo intrusivo ? Livro de Resumos de 10º Simpósio de Geologia do Sudeste, 14º Simpósio de Geologia de Minas Gerais, 32. Ver o pôster

Forma de posicionamento geológico do traquito da primeira geração.

2.10. Motoki, A., Soares, R., Lobato, M., Netto, A.M., Sichel, S.E., Aires, J.R. 2007. Reconsideração vulcanológica da cratera e edifício vulcânico de Nova Iguaçu, RJ, com base nos novos dados de trabalhos de campo. Livro de Resumos de 10º Simpósio de Geologia do Sudeste, 14º Simpósio de Geologia de Minas Gerais, 214. Ver o pôster

Comprovação geológica da inexistência da cratera vulcânica e edifício vulcânico em Nova Iguaçu.

2.11. Motoki, A., Lobato, M., Soares, R., Netto, A.M., Sichel, S.E., Aires, J.R. 2007. Feições peculiares de clastos traquíticos arredondados da brecha vulcânica de Nova Iguaçu, RJ: bombas vulcânicas ou de textura intempérica ? Livro de Resumos de 10º Simpósio de Geologia do Sudeste, 14º Simpósio de Geologia de Minas Gerais, 31. Ver o pôster

Comprovação geológica da inexistência da bomba vulcânica em Nova Iguaçu.

2.12. Motoki, A., Soares, R., Netto, A.M., Sichel, S.E., Aires, J.R., Lobato, M., Petrakis, G. 2007. Afloramento de contato no Vele do Rio Dona Eugênia, Parque Municipal de Nova Iguaçu, RJ: cobertura de fluxo piroclástico sobre a lava ou deslizamento de lascas ? Livro de Resumos de 10º Simpósio de Geologia do Sudeste, 14º Simpósio de Geologia de Minas Gerais, 201. Ver o pôster

Revelação da interpretação equivocada no afloramento do Rio Dona Eugênia e sua correção.

2.13. Motoki, A., Sichel, S.E., Netto, A.M., Lobato, M., Soares, R., Aires, J.R. 2007. Rumo da educação ambiental e ecoturismo do parque municipal de Nova Iguaçu, RJ: confome a ciência geológica ou o desejo populares do vulcão ? Livro de Resumos de 10º Simpósio de Geologia do Sudeste, 14º Simpósio de Geologia de Minas Gerais, 215. Ver o texto do PowerPoint

Desenvolvimento recente das pesquisas vulcanológicas da área de Nova Iguaçu, mundança do rumo de educação ambiental e novos temas da divulgação científica.


Renorno à página principal